Digite a senha



Digite a senha



O que deseja fazer?



Recuperação de senha



Saiba mais sobre o câncer de mama

Você está localizado em: Home » Entrevistas » Saiba mais sobre o câncer de mama



Oncofisio: Qual a chance de uma mulher vir a ter câncer de mama durante a sua vida? Quais os principais fatores de risco?

Dra Fabiana Costumo dizer às minhas pacientes que nosso maior fator de risco para ter câncer de mama são os fatos de sermos mulheres e estarmos envelhecendo diariamente. Isso porque mulher tem 100 vezes mais câncer de mama que homem, e conforme envelhecemos as células têm maior probabilidade de apresentar um defeito e o câncer se instalar. Nos EUA, em média uma a cada nove mulheres poderão ter o câncer de mama, caso vivam até seus 70 anos. Aqui no Brasil esta média é menor, mas mesmo assim continua a ser o câncer que mais mata nossas mulheres.

Quanto aos fatores de risco funcionam como uma balança onde de um lado há os fatores de risco e do outro os fatores de proteção. Alguns exemplos que fazem a balança pender para o lado de “risco” são:
1. a menstruação que chegou cedo demais,
2. a menstruação que cessou tarde demais (menopausa),
3. o uso muitas vezes indevido de terapias de reposição hormonal combinada,
4. não ter filhos ou tê-los muito tarde,
5. não amamentar,
6. estar obesa,
7. não realizar exercícios regularmente,
8. exagerar no álcool,
9. exagerar nas dietas com gorduras e carnes vermelhas.


Oncofisio: Implante de silicone causa câncer de mama?
Dra Fabiana Não. Mas alguns cuidados:
- A colocação de próteses de silicone deve ser monitorada pelo Mastologista, ou seja, antes de realizar a cirurgia com o plástico, o médico especialista em cuidar de doenças das mamas deve avaliar e liberar a paciente para o procedimento.
- Há cicatrizes que poderão dificultar a visualização futura de lesões suspeitas, ou até mesmo confundir o médico que vê o exame. Uma sugestão é colocar a prótese atrás do músculo e ao realizar os exames das mamas, procurar fazê-los em locais indicados pelos seus médicos.


Oncofisio: Qual a importância da mamografia? Quando deve ser feita?

Dra Fabiana A mamografia é o único exame capaz de identificar lesões tão pequenas nas mamas que não poderiam ser identificadas nem mesmo por mãos treinadas dos médicos. São realizadas em dois momentos:
- Rastreamento: é o exame indicado anualmente após os 40 anos, pelo fato de o câncer de mama começar a ser mais freqüente a partir desta idade, ou seja, é o exame de check up. Mesmo que a mulher não tenha queixas, ele é pedido uma vez ao ano.
- Diagnóstico: quando a mulher, mesmo que seja antes dos 40 anos apresenta alguma queixa mamária que indique o exame. Uma bolinha na mama, por exemplo.


Oncofisio: O que fazer quando existir casos de câncer de mama na família?

Dra Fabiana O médico deve ser comunicado, pois um caso isolado, em idade avançada pode não representar muito risco, mas um caso de câncer de mama em um parente mais próximo (mãe, irmã) e principalmente se diagnosticado em idade mais precoce pode representar um risco de Doença Hereditária. Neste caso, pode haver a indicação de iniciar os exames de rotina mais cedo nas mulheres daquela família. Oriento sempre que todos os casos de câncer devem ser listados ao médico, assim como em quais idades apareceram. Somente assim teremos possibilidade de orientar de uma forma adequada.

Oncofisio: Um cisto de mama pode evoluir para um câncer?

Dra Fabiana Não. Cistos nas mamas são apenas bolinhas de água. Se não são câncer, não viram câncer. Mas algumas mulheres podem ter cistos tão grandes que merecem serem esvaziados para alívio de sintoma de dor, ou ainda cistos que apresentem conteúdo interno podem merecer investigação.

Oncofisio: Qual o papel da atividade física sobre o câncer do mama?

Dra Fabiana Trabalhos demonstram que a prática moderada de atividade física é um fator importante na prevenção de câncer. Inicialmente, bastam 30 minutos diários de caminhada três vezes por semana. Um profissional habilitado deve ser procurado para orientar o exercício ideal para cada pessoa.
E caso a mulher tenha o diagnóstico de câncer, oriento que pratique exercícios após orientação médica. Ele irá estabelecer uma rotina progressiva de exercícios, especialmente elaborada para as suas necessidades. Sabemos que o paciente que esteve ou está em tratamento pode ter redução da função cardíaca pelo uso de alguns quimioterápicos ou outras medicações, o que torna perigosa a prática de exercícios sem a devida avaliação. Mas sem dúvida, a prática da atividade física, mesmo durante o tratamento do câncer traz ótimos resultados a quem o pratica, inclusive diminuindo reações da quimioterapia.

Oncofisio: O câncer de mama tem cura? Como é feito o tratamento?

Dra Fabiana O câncer de mama tem cura e quanto mais cedo for o diagnóstico, maiores serão as chances. Os tratamentos possíveis podem ser
- Cirurgias: ressecções segmentares, mastectomias, esvaziamento axilar, etc.
- Quimioterapia: tratamento que é feito pela veia e tem como objetivo matar células que estejam em multiplicação rápida.
- Radioterapia: tratamento que se faz em um aparelho que se parece com o aparelho que faz RX. Pode ser realizada durante a cirurgia para alguns casos selecionados.
- Hormonioterapia: que bloqueia a ação dos hormônios femininos nas células cancerosas.
- Terapias alvo ou imunoterapia
Sempre oriento às minhas pacientes que cada paciente é única. O tratamento para uma amiga ou uma parente pode ter sido completamente diferente do seu, mas não significa que algum deles está errado. Cada médico trata de sua paciente com o que tem de mais adequado para cada paciente.

Oncofisio: Como se prevenir do câncer de mama?

Dra Fabiana Como já citei, os dois maiores fatores de risco são o fato de sermos mulheres e estarmos envelhecendo diariamente, e isso não deve nos amedrontar. Deve somente “alertar” as mulheres que esta doença pode ocorrer em qualquer uma de nós, independente de raça, ou posição social. Com esta consciência termos como nos posicionar diante do câncer com uma “atitude preventiva”.
Sugiro às minhas pacientes que tenham alimentação saudável, que se mantenham com bom peso, que realizem exercícios físicos regularmente (pelo menos 3 vezes por semana), que não fumem, que evitem a excesso de álcool, e se precisarem usar reposição hormonal que tenham certeza que não tenham contra-indicação através de consulta medica e não usem por mais de 5 anos.
Oriento ainda que toda mulher deve conhecer seu corpo através do auto- exame e que a partir dos 40 anos deve realizar exames rotineiros de mamografia (1 vez ao ano) e ir ao medico anualmente para ser examinada.



Dra Fabiana Baroni Alves Makdissi
CRM- 92598 SP
Médica Mastologista, formada em Cirurgia Geral pela FMUSP e Cirurgia Oncológica pelo ACCamargo de São Paulo.
Título especialista em Mastologia pela Sociedade Brasileira de Mastologia.
Colunista do Portal Oncoguia com a coluna: Papo de Mulher.
Mestre e Doutoranda em Oncologia pela FMUSP.
www.fabianamakdissi.com.br

Entrevistas relacionadas


Newsletter

Preencha seu e-mail e receba as novidades do Instituto Oncofisio em seu e-mail!

© 2010/2018 - Oncofisio: Todos os Direitos Reservados

O conteúdo deste site tem objetivo estritamente informativo. Em hipótese alguma substitui a consulta ou tratamento médico e fisioterapêutico.

Em caso de dúvida, procure seu médico ou fisioterapeuta.

Endereço: Rua Joaquim Távora, 303 - Vila Mariana (CEP: 04015-000) - São Paulo - SP

Telefone: (11) 3255-4727