Digite a senha



Digite a senha



O que deseja fazer?



Recuperação de senha



Área do aluno

O que é atividade física?

Você está localizado em: Home » O que é atividade física?



Confira ao longo deste texto mais informações sobre o que é atividade física e seus benefícios para a saúde. Descubra a importância dos exercícios físicos para pacientes com câncer. E saiba ainda como a área da oncologia oferece oportunidades para fisioterapeutas.

 

O que é atividade física?

 

A atividade física é simplesmente o movimento do corpo que consome energia: andar, subir escadas, jogar futebol, trabalhar no jardim ou dançar a noite toda são alguns exemplos de exercícios. 

 

A prática regular das atividades é capaz de promover inúmeras vantagens para o corpo humano: melhora a circulação sanguínea, fortalece o sistema imunológico, diminui o risco de doenças cardíacas e auxilia na manutenção ou perda de peso. 

 

A obesidade e a falta de atividade física constituem um papel importante no número de mortes ocasionadas pelo câncer, sendo classificadas como fatores de risco modificáveis. 

 

Considerada uma epidemia mundial pela Organização Mundial da Saúde, a obesidade é uma das principais responsáveis por doenças crônicas como hipertensão, dislipidemia, doenças cardiovasculares, diabetes e câncer.

 

De acordo com um estudo realizado pelo Departamento de Medicina Preventiva da Faculdade de Medicina da USP em parceria com a Universidade de Harvard e a Agência Internacional de Pesquisa em Câncer, o excesso de peso é responsável por 15 mil casos de câncer por ano no Brasil

 

As atividades físicas vêm se tornando fundamentais para modificar o risco da doença, bem como reduzir a morbidade e mortalidade pré e pós-diagnóstico. Dessa forma, a fisioterapia oncológica torna-se uma importante aliada para promover bem-estar aos pacientes com câncer

 

Tipos de atividades físicas que podem feitas diariamente

 

Para trazer benefícios à saúde, os exercícios precisam ser moderados ou vigorosos, e devem ser realizados pelo menos durante 30 minutos por dia. No entanto, é necessário haver equilíbrio e respeitar os limites do corpo.

 

Conheça alguns tipos de atividades que devem ser realizadas pelo menos durante trinta minutos por dia:

 

- Atividades físicas moderadas:

 

Caminhar rapidamente (cerca de 5,5 km/h);

Cuidar do jardim;

Dançar;

Andar de bicicleta (menos de 16 km/h);

Treinar com peso (exercícios leves).

 

- Atividades físicas vigorosas:

 

Corrida (mais de 8 km/h);

Andar de bicicleta (mais de 16 km/h);

Natação (nado livre);

Exercícios aeróbicos;

Andar muito rápido (7 Km/h);

Levantamento de peso (esforço vigoroso);

Jogar basquete;

Jogar futebol.

 

- Atividades corriqueiras também podem ser consideradas atividades físicas importantes:

 

Lavar roupa;

Limpar a casa;

Lavar o carro;

Subir escadas;

Caminhar até o trabalho.

 

Alguns exemplos mostram que, mesmo sem intenção, a pessoa já está praticando um exercício e beneficiando seu corpo e a saúde - caso das atividades de rotina. 

 

No entanto, alguns exercícios não são tão intensos para serem contabilizados nos 30 minutos diários recomendados. Embora você esteja se movimentando, algumas atividades não aceleram seu batimento cardíaco, como passear em passos lentos, fazer tarefas leves dentro de casa, andar no shopping e por aí vai. 

 

Por isso, é necessário ficar atento para não se iludir e deixar de alcançar o objetivo mínimo de atividade física.

 

Quantidade de atividade física necessária

 

No mínimo, pratique exercícios de intensidade moderada por 30 minutos na maioria ou em todos os dias - eles devem ser adicionados às suas atividades diárias. 

 

Aumentar a intensidade ou tempo de atividade traz benefícios extras à saúde, além de serem necessários para controlar o peso. Para evitar o aumento de peso, é exigido cerca de 60 minutos diários de atividades; já em casos de pessoas que perderam peso e querem manter o atual, é importante a realização de exercícios por um tempo de 60 a 90 minutos. Além disso, não se pode extrapolar no consumo da quantidade de calorias.

 

Quando o assunto são crianças e adolescentes, o recomendado é que eles sejam ativos fisicamente por pelo menos 60 minutos todos os dias, ou na maioria deles. 

 

Embora 30 minutos por dia de atividade física de intensidade moderada forneçam benefícios à saúde, ficar ativo por mais tempo ou realizar atividades mais vigorosas pode proporcionar ainda mais vantagens. 

 

Independentemente da atividade escolhida, é possível realizá-la toda de uma só vez ou dividi-la em duas ou três partes por dia. Mesmo 10 minutos de uma sessão de atividade são contabilizados no total de exercícios diários.

 

Grande parte dos adultos não precisam consultar um médico antes de começar a se exercitar a um nível moderado. Porém, homens acima de 40 anos e mulheres com mais de 50 anos que planejam começar uma atividade física vigorosa devem procurar seu médico.

 

Além disso, pessoas acometidas pelas seguintes condições também precisam consultar com um especialista antes de começar a realizar exercícios mais intensos. São elas:

 

- Problemas de saúde crônicos: doença cardíaca, câncer, pressão sanguínea alta, diabete, osteoporose, asma ou obesidade.

- Risco alto para doença cardíaca: histórico familiar de doença cardíaca ou derrame, ter uma dieta rica em gorduras saturadas, gorduras trans e colesterol, fumo ou ter um estilo de vida sedentário.




Benefícios das atividades físicas para pacientes oncológicos

 

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), a prática regular de atividades físicas contribui para a prevenção do câncer de intestino, endométrio e mama.

 

Além de inibir a doença, os exercícios também são seguros durante o tratamento oncológico. Eles são responsáveis por melhorar o desempenho físico e a qualidade de vida do paciente.

 

Já o repouso excessivo pode provocar perda funcional, atrofias musculares e redução da amplitude dos movimentos. Importante destacar que a prática de exercícios depende do perfil de cada paciente. Pessoas que sentem dor ou falta de ar e têm histórico de doenças cardíacas como arritmias e insuficiência cardíaca necessitam de mais cuidados. 

 

A prática de atividades físicas também é possível após procedimentos cirúrgicos - desde que o paciente não tenha nenhuma contraindicação médica. No entanto, os exercícios devem ser leves como caminhadas em ritmo lento. 

 

Confira mais conteúdos sobre a prática de exercícios durante o tratamento oncológico:

 

 



Fisioterapia oncológica

 

O profissional mais indicado para prescrever e realizar as orientações para a prática da atividade física no paciente oncológico é o fisioterapeuta. Afinal, trata-se de uma reabilitação física!

 

O fisioterapeuta especializado em oncologia vai avaliar as limitações do paciente e definir tratamentos, em conjunto com outros profissionais, as atividades mais adequadas para cada caso. 

 

A especialização na área de oncologia proporciona ao profissional de fisioterapia as condições para atuar com crianças, adolescentes, adultos e idosos em qualquer fase do tratamento oncológico, inclusive naqueles casos em que o câncer é irreversível. Além de trabalhar para reabilitar o paciente de maneira funcional, a fisioterapia oncológica vai promover uma melhoria na qualidade de vida, durante e após o tratamento.

 

Leia mais: 

 

 

 



Quer saber mais sobre o assunto? 

 

Aproveite para saber mais sobre a fisioterapia oncológica acessando outros conteúdos do Instituto Oncofisio

 

Conheça ainda o Aperfeiçoamento Online de Fisioterapia em Oncologia do Instituto Oncofisio. um curso voltado para fisioterapeutas que desejam tornar-se aptos a atender pacientes com câncer: 


Fontes: USDA - United States Department of Agriculture e NIH - National Institute of Health em Portal Emedix-Uol



Newsletter

Preencha seu e-mail e receba as novidades do Instituto Oncofisio em seu e-mail!

© 2010/2021 - Oncofisio: Todos os Direitos Reservados

O conteúdo deste site tem objetivo estritamente informativo. Em hipótese alguma substitui a consulta ou tratamento médico e fisioterapêutico.

Em caso de dúvida, procure seu médico ou fisioterapeuta.

Endereço: Rua Afonso Celso, nº 19 - Vila Mariana - CEP: 04119-000 - São Paulo - SP

Telefone: (11) 2659-7001