Digite a senha



Digite a senha



O que deseja fazer?



Recuperação de senha



Área do aluno

Fisioterapia no tratamento de linfedema

Você está localizado em: Home » Notícias » Fisioterapia no tratamento de linfedema



Sem tratamento por remédios, doença que afeta 15% da população mundial pode ser controlada pela abordagem fisioterapêutica  

Com sintomas que incluem dor, sensação de peso e redução da mobilidade - o que gera graves consequências funcionais, estéticas e emocionais - o linfedema possui causas variadas e é a complicação pós-operatória mais comum do planeta. 

A doença retém grande quantidade de líquido rico em proteína em uma parte do corpo, provoca inchaço crônico e abala a qualidade de vida do paciente. Além disso, não existe tratamento por remédios. Ou seja, o linfedema não pode ser curado, mas sim controlado.

O desafio que o tratamento de linfedema representa para profissionais de saúde e pacientes pode ser resolvido com tempo, empenho e uma abordagem multidisciplinar. Ainda que o ideal seja o diagnóstico precoce para prevenir esta complicação, o melhor tratamento após a condição se instalar é a Fisioterapia Descongestiva Complexa: tal abordagem diminui o edema para restaurar a função e o aspecto do membro afetado.

Também chamada de Terapia Física Complexa (TFC), a Fisioterapia Descongestiva engloba uma série de cuidados que, a depender da gravidade do linfedema, são aplicados em menor ou maior quantidade: drenagem linfática, compressão, exercícios, entre outros. Assim, o fisioterapeuta especialista em Linfologia tem papel fundamental no tratamento desta condição que afeta até 50% das pacientes pós-mastectomia.

Leia também: Saiba o que fazer e o que não fazer quando se tem linfedema! 

 


Como funciona o tratamento de linfedema com fisioterapia?

O linfedema é um inchaço ou edema que se instala em uma parte do corpo onde há um acúmulo anormal de líquidos e substâncias repletas de proteína. Esse acúmulo é causado por uma falha no sistema linfático, responsável por drenar o excesso de fluidos no organismo. Apesar de ser mais comum nos braços e pernas, a condição também pode atacar tronco, cabeça, pescoço, área genital e mamas

Os linfedemas são classificados justamente de acordo com o que originou o bloqueio no sistema linfático:

Linfedema primário: Quando a condição é causada por má-formação congênita, como uma deficiência nos gânglios linfáticos;

Linfedema secundário: Quando a condição é causada por infecções, tumores, radioterapia, quimioterapia ou, principalmente, lesões pós-cirúrgicas.

A cirurgia para retirada de um ou mais gânglios linfáticos – como os das axilas no caso do câncer de mama – é comum no combate ao câncer e uma das principais causas do linfedema. Com a capacidade de drenar e absorver líquidos reduzida, o sistema linfático passa os meses seguintes à cirurgia buscando maneiras de compensar a ausência do gânglio que foi retirado; caso não consiga, o linfedema se instala.

A gravidade da condição é separada em três graus e o próprio tratamento do linfedema por meio da fisioterapia, com o intuito de melhorar a qualidade de vida do paciente, deve ser traçado de acordo com esta classificação:

Grau 1: Caracterizado por um inchaço leve e sem presença de fibrose (pele endurecida), o linfedema de grau 1 pode ser tratado com cuidados com a pele, drenagem e vestimentas compressivas elásticas.

Grau 2: Com um inchaço que não diminui após o repouso e presença de fibrose tecidual, tratar este grau de linfedema já pode requerer medidas como a drenagem linfática, enfaixamento compressivo multicamadas, exercícios de fisioterapia, entre outros;

Grau 3: Estágio mais grave do linfedema, apresenta inchaços volumosos e pele endurecida com fibrose intensa em largas áreas (conhecida como elefantíase). O tratamento de linfedema grau 3 requer uma abordagem completa da Fisioterapia Descongestiva Complexa: drenagem linfática manual especializada, cuidados com a pele, compressão por enfaixamento multicamadas, pressoterapia e exercícios miolinfocinéticos. Outros recursos como laser e ondas de choque podem ajudar.


Fisioterapeuta: Cursos do Oncofisio ajudam a aprimorar seu conhecimento

Referência nacional em conteúdo de Fisioterapia e Oncologia, o Instituto Oncofisio oferece cursos exclusivos de capacitação e treinamento para profissionais que atuam na área da saúde. Com conteúdo inovador, constantemente atualizado e alinhado com o conceito de fast learning, disponibilizamos opções de cursos que apresentam aulas presenciais ou online.

Conheça os nossos cursos focados na especialização em linfedema:

Curso de Terapia Física do Edema e Linfedema 


Ministrado pela Mestre e Doutora em Ciências da Saúde Anke Bergmann e pela Mestre em Fisioterapia e Doutora em Oncologia Jaqueline Munaretto Timm Baiocchi, este curso presencial com 20 vagas é voltado para fisioterapeutas e alunos da graduação. 

São três dias de aulas na sede do Oncofisio no bairro Vila Mariana, em São Paulo, entre 29 e 31 de janeiro, com direito a material de estudo exclusivo e treinamento com equipamentos nacionais e importados.

O conteúdo do curso inclui:


- Linfedema de cabeça e pescoço;

- Cirurgias para o linfedema;

- Técnicas de tratamento de fibroses;

- Linfedema de tronco e mama;

- Linfedema pélvico e genital;

- Prática Enfaixamento pélvico e genital feminino e masculino;

- Prática de enfaixamento de tronco e mama;

- Pressoterapia; 

- Laserterapia e ledterapia no linfedema;

- Terapia por ondas de choque;

- Casos especiais e de difícil resolução;

- Treinamento com vestimentas de diversas marcas nacionais e importadas;

E muito mais: acesse já o conteúdo completo e saiba mais detalhes sobre o curso!   

 

Curso de Fisioterapia nos Distúrbios Linfáticos - Como Eu Trato o Linfedema?

Ministrado pela fisioterapeuta Doutora em Oncologia Jaqueline Munaretto Timm Baiocch e diversos convidados, este curso online com total de 20 horas – 9 horas de aulas gravadas e 11 horas de estudo complementar com material de apoio – é voltado para profissionais de saúde que desejam ter acesso ao conhecimento de grandes experts em Linfologia e Oncologia sobre o tratamento de linfedema.

O conteúdo do curso inclui:


- Fisiologia do sistema linfático e formação do linfedema

- Linfedema primário x linfedema secundário

- Exames de imagem em angiologia. O que devemos saber?

- Métodos quantitativos e qualitativos de avaliação do linfedema

- Terapia Física Complexa/Fisioterapia descongestiva complexa

- Bases físico-fisiológicas do enfaixamento compressivo/bandagens multicamadas

- Orientações para pacientes com linfedema, auto drenagem linfática e prevenção do linfedema. Realidade ou mito?

- Atualidades no tratamento do linfedema: Laserterapia, endermologia, autovestimentas, vestimentas de uso noturno e taping. O que tem de evidência?

- Lipedema x linfedema

- Tratamento cirúrgico do linfedema

Conheça já todos os palestrantes convidados e saiba mais detalhes sobre o curso!

Notícias relacionadas


Newsletter

Preencha seu e-mail e receba as novidades do Instituto Oncofisio em seu e-mail!

© 2010/2021 - Oncofisio: Todos os Direitos Reservados

O conteúdo deste site tem objetivo estritamente informativo. Em hipótese alguma substitui a consulta ou tratamento médico e fisioterapêutico.

Em caso de dúvida, procure seu médico ou fisioterapeuta.

Endereço: Rua Joaquim Távora, 303 - Vila Mariana (CEP: 04015-000) - São Paulo - SP

Telefone: (11) 3255-4727