Digite a senha



Digite a senha



O que deseja fazer?



Recuperação de senha



A drenagem linfática manual (DLM) ou a massagem é capaz de espalhar metástases?

Você está localizado em: Home » A drenagem linfática manual (DLM) ou a massagem é capaz de espalhar metástases?



Essa é uma pergunta muito frequente e pode ser respondida com um definitivo NÃO!
Não existe nenhuma probabilidade de uma célula mestastática migrar em decorrência de uma drenagem linfática, e essa resposta é suportada por diversos motivos.

1. Todos os nossos orgãos, tecidos e segmentos estão em constante drenagem linfática e cada um deles drena para uma cadeia correspondente. Produzimos diariamente litros de linfa que circulam 24 horas no nosso corpo.

2. Com o advanço da linfocintilografia à óleo no século 20, diversos experimentos puderam ser conduzidos, o principal deles, injetar óleo nos vasos linfáticos a fim de checar se seu alto peso molecular poderia deslocar e empurrar células no trajeto dos vasos linfáticos e seus linfonodos.Todos os estudos mostram que isso não é possível. A DLM tem um efeito mecânico muito mais suave nas células cancerígenas que a linfocintilografia à óleo.

3. Diversos estudos realizaram vigorosas massagens e pressões sobre tumores e os resultados mostraram que não tem impacto nenhum sobre a formação de metástases. O que também derruba por terra o mito que fazer mamografia em uma mama com câncer, ou fazer um exame de toque retal em cima de um câncer de próstata dissemina a doença.

4. O crescimento dos tumores sólidos requer a formação de novos vasos sangüíneos (angiogênese) para sua irrigação adequada. Este processo é estimulado pela hipóxia e por diversos fatores ativadores do crescimento celular entre eles o VEGF (Gene VEGF-Fator de crescimento endotelial vascular)que é secretado pelas células endoteliais e também por células neoplásicas. Tumores sólidos com mais de 2-3 mm necessitam de seu próprio suprimento sangüíneo. Esta neovascularização pode viabilizar a metastização destas células de alto poder de crescimento, tornando a angiogênese fator determinante de progressão e da evolução do tumor. A formação de metástases é um processo ativo celular, controlado por esses mediadores como VEGF-C ou VEGF-D. São eles que estimulam a linfangiogênese e as metástases. O processo de metastatização é complexo e molecular. Então a mensagem que temos é que uma célula tumoral não necessita de assistência mecânica (seja ela por drenagem ou massagem) para se espalhar, se ela ela for metastatizar ela irá fazer esse processo sozinha. Fiquem bem tranquilos que não tem como nós ajudarmos nesse processo!

Jaqueline Munaretto Timm Baiocchi
Especialista em Fisioterapia Onco-funcional pela ABFO-COFFITO
Especialista em Fisioterapia Oncológica e Hospitalar pelo A.C Camargo Cancer Center
Formação Internacional em terapia linfática pelo Método Vodder EUA
Especialista em Saúde Baseada em Evidência pelo Hospital Sírio Libanês
Especialista em Saúde da Mulher pela USP
Especialista em Acupuntura pelo CBES
Especialista em Fisioterapia Respiratória e UTI pelo A.C. Camargo Cancer Center
Coordenadora científica e de cursos do portal Oncofisio
Diretora da clínica Fisio Onco www.fisioonco.com.br

Newsletter

Preencha seu e-mail e receba as novidades do Instituto Oncofisio em seu e-mail!

© 2010/2017 - Oncofisio: Todos os Direitos Reservados

O conteúdo deste site tem objetivo estritamente informativo. Em hipótese alguma substitui a consulta ou tratamento médico e fisioterapêutico.

Em caso de dúvida, procure seu médico ou fisioterapeuta.

Endereço: Rua Joaquim Távora, 303 - Vila Mariana (CEP: 04015-000) - São Paulo - SP

Telefone: (11) 3255-4727

Desenvolvido por:

Grupo Uebtech - Soluções Empresariais