Digite a senha



Digite a senha



O que deseja fazer?



Recuperação de senha



Fotobiomodulação em pacientes oncológicos

Você está localizado em: Home » Fotobiomodulação em pacientes oncológicos



Fotobiomodulação (FBM) é o uso da luz vermelha ou infravermelha para curar, restaurar e estimular múltiplos processos fisiológicos e reparar danos causados ​​por lesão ou doença. Essa luz pode ser proveniente de lasers ou de LEDs.

 

 A PBM já é utilizada ha muitas décadas na fisioterapia para tratar feridas e problemas ortopédicos como tendinites e bursites. Atualmente, é amplamente aceito que a luz  dosLEDs se comporta da mesma forma que a luz laser para a maioria das aplicações na área da saúde.

 

O mecanismo do laser no corpo humano se dá quando parte da luz é absorvida pelo tecido gerando um fenômeno fotobiológico na célula que promove ações analgésicas, anti- inflamatórias e de reparação tecidual.

 

E porque sempre ouvimos que usar laser e led em pacientes com câncer é proibido?

 

Porque em alguns estudos antigos foi mostrado que a fototerapia poderia estimular o crescimento de células cancerígenas e também poderia aumentar a agressividade de algumas dessas células. No entanto, nem todos os estudos experimentais encontraram os mesmos resultados. Por outro lado, percebeu-se que a FBM era altamente eficaz no tratamento de numerosos efeitos colaterais do tratamento oncológico. Esses efeitos colaterais podem ser tão graves que muitas vezes levam à suspensão ou interrupção da terapia do câncer, com consequente risco para o paciente, pois não finalizar o tratamento proposto pode diminir a sobrevida do doente.

 

 

Apesar da existência de  estudos que demonstraram que o FBM pode aumentar a taxa de crescimento das células tumorias na cultura celular (in vitro), o número de estudos que sugerem que o PBM pode realmente exacerbar ou estimular o crescimento em modelos de tumores animais in vivo são relativamente poucos.  Muitos não entendem que estudos feitos em celulas isoladas em uma lâmina, não refletem o que acontece com precisão na maioria dos pacientes humanos.

 

Estudos mostram que as células cancerígenas tem um comportamento totalmente diferente das células normais saudáveis quando submetidas a FBM.

Já foi comprovado que a FBM é capaz de aumenta a imunidade nesse grupo de pacientes, é capaz de matar células tumorais, inclusive existem estudo que sugerem um efeito protetivo da FBM, onde paceintes com tumores avançados que receberam FBM tiverem um maior tempo de sobrevida.

 

Todos os tecidos sofrem o efeito benéfico da FBM: ossos, músculos, nervos, tendões, pele, mucosas entre outros. Nos pacientes oncológicos a FBM pode ser aplicado em cicatrizes, fibroses e aderências, inflamações como tendinites e bursites, feridas, no edema e linfedema, paralisia facial, distúrbios de ATM (articulação temporo-mandibular) mucosites (inflamação mucosa da boca durante a quimioterapia), radiodermites (queimaduras da radioterapia), dores fantasmas e neuropatias.

 

Há claramente um grande número de novas possibilidades envolvendo a combinação de FBM com outras formas de terapia do câncer, que podem nos permitir aproveitar as diferenças bioquímicas entre o câncer e as células normais para efetivamente trabalhar contra o câncer e a favor de melhorar os efeitos colaterais desse tratamento.

 

O sucesso da terapia com laser em baixa intensidade dependerá do cálculo ideal da dose a ser irradiada e dos parâmetros do laser ou LED. O número de sessões é variável, podendo ser diariamente ou semanalmente, dependendo da disfunção a ser tratada.

  

Não temos dúvida que o mito ‘laser é proibido em pacientes com câncer´foi desfeito.

A FBM é seguro e benéfico para pacientes com câncer.

Jaqueline Munaretto Timm Baiocchi

Doutoranda em Oncologia FAP- Ac Camargo Cancer Center
Especialista em Fisioterapia Onco-funcional pela ABFO-COFFITO
Especialista em Fisioterapia Oncológica e Hospitalar pelo A.C Camargo Cancer Center
Formação Internacional em terapia linfática EUA- Alemanha- Bélgica
Especialização em Saúde Baseada em Evidência pelo Hospital Sírio Libanês
Especialização em Saúde da Mulher pela USP
Especialização em Acupuntura pelo CBES
Especialização em Fisioterapia Respiratória e UTI pelo A.C. Camargo Cancer Center
Diretora do Instituto Oncofisio Oncofisio
Diretora da clínica Fisio Onco www.fisioonco.com.br
Coordenadora adjunta do ambulatório de fisioterapia vascular- UNIFESP
Vice presidente da ABFO- Associação Brasileira de Fisioterapia em Oncologia

 

Newsletter

Preencha seu e-mail e receba as novidades do Instituto Oncofisio em seu e-mail!

© 2010/2018 - Oncofisio: Todos os Direitos Reservados

O conteúdo deste site tem objetivo estritamente informativo. Em hipótese alguma substitui a consulta ou tratamento médico e fisioterapêutico.

Em caso de dúvida, procure seu médico ou fisioterapeuta.

Endereço: Rua Joaquim Távora, 303 - Vila Mariana (CEP: 04015-000) - São Paulo - SP

Telefone: (11) 3255-4727