Digite a senha



Digite a senha



O que deseja fazer?



Recuperação de senha



Área do aluno

Diagnóstico precoce do câncer de pulmão aumenta chances de cura para 90%

Você está localizado em: Home » Notícias » Diagnóstico precoce do câncer de pulmão aumenta chances de cura para 90%



26/08/2020

 

O câncer de pulmão está diretamente ligado ao tabagismo em mais de 80% dos casos e é o mais letal dos tumores sólidos, responsável por mais de 30 mil mortes por ano no Brasil, segundo o Ministério da Saúde/Inca. Conforme estudos internacionais, o diagnóstico em estágio avançado contribui para uma taxa de sobrevida em cinco anos abaixo de 15%, uma das menores entre os cânceres. Por outro lado, o diagnóstico precoce aumenta consideravelmente a sobrevida, que pode passar para mais de 90% em cinco anos.

“A luta contra o câncer de pulmão requer um time multidisciplinar e multiprofissional agindo de forma coordenada e com objetivos comuns. Alvo primordial dessa luta, o tabagismo é a maior causa de morte evitável no mundo, sendo que somente no Brasil mais de 150 mil óbitos ocorrem anualmente por doenças relacionadas ao uso do tabaco”, pontua o cirurgião torácico Ricardo Sales, coordenador do Setor de Medicina Respiratória do Hospital Cárdio Pulmonar (HCP). Este mês é dedicado à prevenção e rastreamento do câncer de pulmão, com o Agosto Branco.

Sales foi convidado para o comitê de rastreamento e detecção precoce da Associação Internacional para o Estudo do Câncer de Pulmão (IASLC). Como explica o médico, esta é a única organização global dedicada ao estudo do câncer de pulmão e outras neoplasias malignas do tórax que conta com mais de 6.500 especialistas em câncer de pulmão, formando uma rede global para vencer os cânceres pulmonares e torácicos em todo o mundo.

Programa

No Hospital Cárdio Pulmonar, o cirurgião torácico é responsável pela implantação do Programa de Prevenção de Câncer de Pulmão, que busca auxiliar no combate ao tabagismo, câncer e doenças relacionadas ao fumo com uso da tomografia. O especialista cita, ainda, a atuação coordenada da nova iniciativa com o Programa de Cessação do Tabagismo, que, por meio de uma abordagem multidisciplinar, com pneumologista e psicóloga, trata o vício e a dependência do tabaco.

O processo de implementação do Programa de Prevenção de Câncer de Pulmão está sendo finalizado para ter início com a retomada do cotidiano pós-pandemia. Com isso, trará a possibilidade de completa investigação dos casos suspeitos, proporcionando maior segurança no acompanhamento, em grande parte feito com instrumentos de telemedicina aprovados pelo Conselho Federal de Medicina. “Esse será um diferencial para todo o nosso ecossistema de saúde”, destaca José Rocha, coordenador do Serviço de Radiologia do Hospital Cárdio Pulmonar.

O time de cirurgiões torácicos e radiologistas intervencionistas do Cárdio Pulmonar é treinado para alcançar o diagnóstico com punções guiadas pela tomografia do tórax. “Utilizando uma agulha especial através da pele, colhemos biópsias que auxiliam a conduta caso a caso”, cita André Trajano, cirurgião torácico que também participará do programa.

Tomografia

Como destaca Ricardo Sales, ao longo das últimas duas décadas ficou claro que é possível a redução da mortalidade pelo câncer de pulmão com a detecção precoce da doença por meio da tomografia computadorizada do tórax.

“Estudos iniciais do International Early Lung Cancer Action Program (I-ELCAP), na década de 90, demonstraram que é possível a detecção de mais nódulos pulmonares (lesões abaixo de 3cm de diâmetro) com a tomografia em comparação com a radiografia do tórax, e tais nódulos podem representar a possibilidade do achado do tumor de pulmão em sua fase inicial”, comenta.

Estudos subsequentes demonstraram claramente essa hipótese, evitando a morte mais de 30 a 60% de homens e mulheres, respectivamente, acompanhados com tomografias anualmente, como completa o cirurgião.

Marcel Albuquerque, coordenador do Serviço de Pneumologia do Hospital Cárdio Pulmonar, detalha que o programa vai seguir o modelo de prevenção integral do câncer de pulmão, que inclui a cessação do tabaco, ações educacionais e seleção de pessoas para realizar a tomografia do tórax de baixa dosagem (TCBD) e exames complementares.

“A detecção precoce permite o diagnóstico e remoção dos tumores por técnicas cirúrgicas pouco invasivas, como a videocirurgia e a robótica, possibilitando resultados melhores do que a técnica convencional, de forma aberta”, sinaliza o cirurgião Ricardo Sales.

Como aderir ao programa

Pacientes e familiares interessados em participar do programa podem responder diretamente o questionário no site www.cardiopulmonar.com.br ou entrar em contato pelo número (71) 3034-4595 para realizar o cadastro para atendimento. Acesse aqui o questionário.

Fonte: Hospital Cardio Pulmonar

Notícias relacionadas


Newsletter

Preencha seu e-mail e receba as novidades do Instituto Oncofisio em seu e-mail!

© 2010/2020 - Oncofisio: Todos os Direitos Reservados

O conteúdo deste site tem objetivo estritamente informativo. Em hipótese alguma substitui a consulta ou tratamento médico e fisioterapêutico.

Em caso de dúvida, procure seu médico ou fisioterapeuta.

Endereço: Rua Joaquim Távora, 303 - Vila Mariana (CEP: 04015-000) - São Paulo - SP

Telefone: (11) 3255-4727